img_boas maneiras e tecnicas para evitar calote

Como evitar calotes de clientes: veja aqui 5 boas maneiras!

ebook crediario proprioPowered by Rock Convert

Xó calote! Leia o texto e conheça algumas técnicas e boas maneiras para não passar por esse constrangimento.

Toda loja está sujeita a ter clientes inadimplentes, ainda que hoje existam ferramentas e plataformas digitais para evitar calotes ou minimizar isso. Mesmo assim, quando você percebe que algum consumidor está devendo, o jeito é “correr atrás” e cobrar pelas dívidas, de preferência, utilizando algumas técnicas de cobrança.

Afinal, se trata de um momento delicado, em que é preciso saber como cobrar clientes, ter cautela e sabedoria na hora de negociar para não afetar o relacionamento comercial, a perda do cliente e, até mesmo, dores de cabeças maiores pela falta de pagamento. Pensando nisso, preparamos umas dicas infalíveis sobre técnicas de cobrança realmente eficientes. Vamos conferir?

Conheça algumas técnicas de cobrança para lojas

1. Tenha empatia

Entre as técnicas de cobrança mais recomendadas, está o bom uso da empatia, ou seja, se colocar no lugar da pessoa e tentar entender suas dores, motivos e causas para aquela situação. Dessa maneira, fica mais fácil colaborar e trabalhar de forma mais humana, reconhecendo as suas realidades e buscando alternativas mais inteligentes e estratégicas para a quitação da dívida.

Para isso, busque uma relação mais próxima com o cliente, permita-se ouvi-lo, expor suas dificuldades e, até mesmo, propor alguma sugestão.

2. Seja flexível

Na maior parte das vezes, o cliente quer se livrar das dívidas, porém, pode encontrar obstáculos e barreiras para isso. Quando a sua loja não se flexibiliza ou oferece alternativas diversas, pode gerar prejuízos para ambas as partes. E não é essa a ideia, concorda?

Sendo assim, ao entender melhor a atual situação do cliente, procure negociar, de forma a facilitar o pagamento e que seja bom para os dois lados. Não crie dificuldades ou padrões de cobrança! Seja flexível e permita personalizar cada inadimplência, conforme o perfil e a situação do consumidor.

3. Capacite a sua equipe

Para se trabalhar bem as técnicas de cobrança, é essencial que sua equipe seja capacitada. Afinal, a ideia principal não é apenas cobras, mas sim negociar. Com isso, busque criar uma política interna de cobranças por inadimplência, treine os tipos de diálogos, use bem os canais de comunicação para não se tornar inconveniente e aja sempre com consciência e profissionalismo.

Saiba como evitar a inadimplência na sua loja:

Bom, além das dicas de técnicas de cobrança, antes de tudo, o ideal seria evitar ou minimizar casos de clientes devedores, não é mesmo? Uma das formas mais viáveis para isso é trabalhando com um crediário próprio. Afinal, essa estratégia permite aumentar as vendas do seu negócio e, ao mesmo tempo, permite conhecer melhor com quem você está negociando.

Hoje em dia, existem ferramentas on-line chamadas de crediário digital, no qual seu estabelecimento contrata um plano mensal e, por meio do computador ou mesmo do celular, consegue analisar e avaliar o perfil do cliente, se ele tem ou não crédito, nome sujo e boas referências no mercado, em questão de segundos.

Com isso, você pode oferecer mais uma forma de pagamento, aumentar o faturamento da loja e ter mais segurança e garantia de saber quem está comprando!

1. Consulte o CPF em órgãos de proteção de crédito

Jamais aprove uma venda no crediário sem realizar uma consulta nos bancos de dados dos principais órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. Por mais que você conheça bem o cliente, não precisa ter receio de pedir o CPF dele para realizar o procedimento. O cliente que tem o hábito de comprar a prazo sabe muito bem que provavelmente será analisado antes de ter o crédito liberado.

2. Estabeleça uma rotina de lembretes ao cliente

Mesmo sem que o cliente tenha intenção de “passar a perna” na sua empresa, diversos calotes ocorrem. Muitas vezes, devido à correria do dia a dia, ele somente esqueceu de pagar a prestação. Por essa razão, é uma ótima ideia organizar o envio automático de mensagens a fim de alertar seus clientes antes do vencimento de cada parcela.

Geralmente, esse tipo de alerta dá ótimos resultados no momento de diminuir o número de atrasos nos pagamentos. O índice de inadimplência por esquecimento ou distração reduz muito e, consequentemente, melhora a situação do caixa do seu negócio. Para quem utiliza um sistema de gestão como o “Meu Crediário”, é bem mais fácil definir rotinas para o envio desse tipo de mensagem por WhatsApp, SMS ou e-mail.

3. Invista em uma solução tecnológica eficaz

O recomendado é contar com uma ferramenta de análise de crédito especializada a fim de ter muito mais segurança na aprovação e ainda apontar quais são os clientes que mais rentabilizam o crediário de sua empresa. Há no mercado vários sistemas disponíveis que são totalmente adaptados aos mais diversos setores do varejo.

O grande benefício na hora de evitar calotes é que esses sistemas são muito mais do que um meio pelo qual se consulta um CPF: com eles, é possível classificar o risco de cada cliente de modo ainda mais preciso, utilizando dados estatísticos de mercado e também informações relacionadas ao comportamento de compra de cada consumidor.

4. Faça uma política de cobrança bem-estruturada

O que eleva as chances de que um consumidor em débito regularize a situação o mais rápido possível é ter regras claras para cobrá-los. O pessoal responsável por essa ação poderá trabalhar melhor e com um resultado muito mais significativo caso haja rotinas bem-definidas.

Ao estabelecer uma política de cobrança eficiente, fica mais fácil reduzir de maneira significativa os prejuízos com calotes, recuperando também o crédito de diversos consumidores com o intuito de que eles comprem novamente no seu crediário.

5. Tenha cuidado ao aumentar o limite de crédito

Jamais ofereça um limite muito grande já na primeira compra feita pelo cliente. Aguarde até existir uma relação mais próxima e compreenda bem seu perfil de risco para só depois cogitar o aumento do crédito. Se você considerar que essa seja uma boa estratégia, aumente aos poucos o limite, conforme o relacionamento comercial se consolida.

Mesmo após elevar o limite de um bom cliente, jamais abra mão de analisar o seu crédito sempre que for vender para ele. Uma outra ideia é utilizar o crediário no carnê, pois esse tipo de pagamento ajuda a fidelizar o consumidor.

Enfim, essas foram algumas dicas sobre como cobrar clientes para pequenas lojas, além de sugestões simples para reduzir a inadimplência e garantir mais segurança e mais vendas para o seu estabelecimento.

Curtiu este post sobre como evitar calote de clientes? Então, aproveite e siga nossas redes sociais! Nós estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, WhatsApp e YouTube!

Compartilhe nas redes sociais
Compartilhe

Quer receber as nossas novidades por e-mail gratuitamente?

Cadastre-se e receba as nossas novidades por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
error

Gostou do Blog? Compartilhe!