Planeje as compras da sua loja e aumente seus lucros!

No mercado empreendedor, planejar é o primeiro passo para nortear a empresa sobre suas metas e objetivos. E no mercado a varejo,  não é diferente, esse passo é muito importante, ainda mais quando se fala de planejamento de compras. Independente do tamanho ou segmento de atuação das lojas, o estoque sempre é uma dúvida entre os lojistas. Isso porque, geralmente, os comerciantes não fazem um bom planejamento e os produtos esgotam e sobram em desequilíbrio. Visto essa falha recorrente neste assunto e falta de informação no ramo, vamos apontar algumas ações que os lojistas podem fazer em suas lojas para ajudar na gestão e planejamento de estoque.

Inicialmente, é preciso definir a frequência que as compras serão realizadas, essa informação é importante para indicar qual será o giro de estoque ideal. Ou seja, para quantos dias essas compras serão suficiente. Além disso, o lojista tem que conhecer a demanda dos produtos. Por isso, todos os dados das mercadorias devem estar centralizados em só lugar, como: histórico de vendas, o que ainda tem no estoque, o que está para chegar e o que não tem e não tem previsão de volta. E também, fornecedores, os quais sugerimos levar três pontos em consideração: preço, prazo e confiança; sazonalidade, ou seja, se o preço do produto aumenta ou diminui dependendo da época do ano, quais os melhores períodos de venda deste produto, se existe alguma data comemorativa que alavanca as vendas dessa mercadoria, etc. Essas são só alguns exemplos, dentre milhares de informações que os lojistas podem incluir na “ficha” do produto, todas elas são válidas, e quanto mais informação o produto tiver, melhor. Assim, quando for necessário fazer um novo planejamento de compras o “arquivo” tem todas as informações necessária, e evita qualquer tipo de ruído.

Com esses dados que o lojista possui de cada produto é possível fazer uma previsão de venda, calculando o valor de cada produto e o período que as compras deverão atender. Uma sugestão é fazer essa previsão baseando-se na taxa de inflação do ano e nas ações realizadas na loja para aumentar as vendas naquele períodos, como promoções, marketing feito pelo estabelecimento e também outros “investimento” feitos pela loja, como reformas, aumento do quadro de funcionários, novo sistema de caixa e muito mais.

Outro ponto importante que os  comerciantes devem ficar atentos antes de realizar um novo planejamento de compras é em relação aos itens que já estão no  estoque. Com esses produtos é válido fazer uma análise para decidir se eles devem ser mantidos na loja e serem vendidos junto com os novos produtos que chegarão, ou seja incluindo-os no “novo” estoque, ou se devem ser liquidado para não misturar as remessas e liberar espaço para as novas mercadorias. A opção de liquidar as peças  ajuda a gerar caixa para a empresa. E para as mercadorias que serão “reaproveitadas”, o custo desses produtos devem ser descontados do valor de compra dos novos produtos.

Essas são algumas pequenas ações que os lojistas podem fazer antes do planejamento de compras da loja para otimizar os resultados, elevando o lucro  da loja e reduzindo o risco de perdas de mercadorias.

Gostou?

Confira nossos outros textos:

Veja também os posts:
O segredo para encantar o cliente da sua loja

Como formalizar meu negócio?

Liquidação ou promoção, quando fazer cada uma?

Saiba o que é preciso para ter uma boa operação de loja

Aumente as vendas da sua loja com um bom Visual Merchandising!
Como criar uma vitrine atraente?

Conheça técnicas de organização de loja e impulsione suas vendas

Neopag
Bom para quem paga.
Bom para quem recebe.

Quer receber as nossas novidades por e-mail gratuitamente?

Cadastre-se para receber as nossas novidades por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.