Índice de inadimplência: descubra quais devem ser acompanhados!

ebook crediario proprioPowered by Rock Convert

Ter clientes que não pagam é um problema para qualquer comércio, já que um grande volume de vendas sem recebimentos compromete a sobrevivência do negócio. Para mensurar a inadimplência da loja, é importante acompanhar a movimentação de caixa e as vendas.

Embora seja uma informação essencial, nem sempre o lojista sabe como fazer esse cálculo de maneira correta. A incoerência nesses dados pode levar a uma análise equivocada da situação da empresa e conduzir à más decisões.

Quer entender como calcular o índice de inadimplência? Continue a leitura.

Como medir o índice de inadimplência da sua loja?

O primeiro passo é compreender exatamente o que é inadimplência, para então escolher a melhor maneira de medir esse índice.

No varejo, são considerados inadimplentes os clientes com títulos entre 90 e 180 dias de atraso. Porém, esse controle pode ser feito com os consumidores que contam com um período menor, de menos de 30 dias.

Organizando essas informações e separando os clientes em grupos, de acordo com o período de atraso, é possível traçar um perfil desses devedores e aplicar os indicadores mais adequados para mensuração.

Quais são os principais indicadores?

Há diversos indicadores que podem ser aplicados, mas a escolha do ideal dependerá dos objetivos da sua loja. Conheça os mais usados.

Índice de atraso geral

Esse índice considera todos os títulos a partir do primeiro dia de atraso, e serve para avaliar a política de concessão de crédito da empresa. Ele pode ser calculado dividindo o valor do Atraso Geral pelo Total de Contas a Receber. O número obtido deve ser multiplicado por 100.

Índice de atraso parcial

Para mensurar o atraso parcial, devem ser considerados os títulos que venceram há mais de 30 dias, e que ainda estão em aberto depois de passarem pelas primeiras fases de cobrança: contato por telefone ou carta, negativação do CPF e protesto do título.

O cálculo é feito pela divisão do total de títulos com mais de um mês de vencimento pelo montante de Contas a Receber, multiplicando o valor por 100.

Índice contencioso

O índice contencioso considera os títulos que estão em fase de cobrança judicial: ação de cobrança, recuperação judicial, ação executiva, falência etc. Esse indicador é uma parte da carteira de contas a receber com uma expectativa de recebimento bem baixa.

Para calculá-lo, divida o valor do Contencioso pelo total de Contas a Receber e multiplique o número obtido por 100.

Prazo médio de faturamento

Esse indicador mostra o tempo médio que os pagamentos levam para serem efetivados, quando há um prazo concedido pela empresa aos seus clientes. O risco ao crédito tende a aumentar quando o prazo é maior.

Para obter o PMF, é necessário multiplicar o Prazo de Pagamento pelo Valor do Título, extraindo o Valor Ponderado. Esse valor deve ser dividido pelo Valor Total para a obtenção do índice.

Prazo médio de recebimento

O cálculo do PMR ocorre de maneira similar ao PMF, porém, esse índice considera a data em que o pagamento foi efetivado. Em outras palavras, você obtém o Prazo Médio de Recebimento dividindo o Valor Ponderado de cada título pela soma do Valor Total dos Títulos.

Conhecendo e acompanhando o índice de inadimplência que mais fizer sentido para o seu comércio, é possível aplicar estratégias capazes de melhorar esses valores e aumentar o retorno financeiro após as cobranças, assim como, adotar políticas de crédito que diminuam o risco da empresa.

Quer saber mais sobre o assunto? Confira este artigo com ações para evitar que o seu negócio tenha clientes inadimplentes.

Compartilhe nas redes sociais
Compartilhe

Quer receber as nossas novidades por e-mail gratuitamente?

Cadastre-se e receba as nossas novidades por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
error

Gostou do Blog? Compartilhe!