indicadores de desempenho financeiros

Conheça os principais indicadores de desempenho financeiro

ebook crediario proprioPowered by Rock Convert

É difícil não exagerar sobre a importância dos indicadores de desempenho financeiro. Saiba como calculá-los

Sem eles, o gestor não conta com informações completas para tomar decisões, também não consegue avaliar “gargalos” financeiros ou projetar o futuro da empresa, entre várias outras coisas.

O problema é que muitos gestores não conhecem seus indicadores. Eles até contam com dados contábeis, provenientes do demonstrativo de resultado do exercício (DRE) e balanço patrimonial, mas não sabem como transformar esses dados em informações relevantes.

No entanto, diferente do que muitos imaginam, é relativamente fácil levantar e estudar os indicadores financeiros. Você precisa de dois itens-chave:

1. uma boa base de dados, que são os relatórios contábeis;

2. as fórmulas que transformam esses dados em indicadores.

Nos tópicos seguintes, explicamos minuciosamente o que são indicadores de desempenho financeiro, como calcular os principais e qual o benefício disso à empresa. Continue lendo.

Afinal, o que são indicadores de desempenho financeiro?

O indicador-chave de desempenho ou somente KPI (key performance indicator) funciona como uma espécie de termômetro. Ele ajuda a avaliar se algo vai ou não bem. Desse forma, permite que os gestores tenham uma visão mais profunda e corrijam eventuais erros.

Há muitas possibilidades de aplicação dos indicadores. Na área de vendas, por exemplo, ajuda a mensurar o nível de satisfação e lealdade dos clientes. Por outro lado, na logística, permite calcular a agilidade e efetividade das entregas, entre muitas outras coisas.

No entanto, uma das suas aplicações mais importantes é na área financeira. O KPI ajuda a diagnosticar a saúde financeira do seu negócio, além de gerar estimativas para o futuro. Com isso, fica mais fácil saber se o negócio está indo financeiramente bem e quais são os seus gargalos.

Os indicadores são obtidos a partir do cruzamento de determinados dados (que são unidades básicas de conhecimento). Por exemplo, ao cruzar o lucro de determinado período com as receitas totais, você tem um KPI. Ou melhor, conta com a taxa de lucro líquido.

O mais interessante é estabelecer um conjunto de indicadores financeiros, algo entre 6 e 8 KPIs, e monitorá-los com alguma periodicidade. Trimestralmente, no mínimo. Dessa forma, estará sempre por dentro dos seus resultados financeiros e poderá agir com prontidão.

Como calcular os principais indicadores de desempenho financeiro?

Quando você precisa de um empréstimo bancário ou crédito comercial para fazer uma grande compra, o provável é que o credor analise a saúde financeira da sua empresa. Para tanto, ele triangula indicadores ligados aos níveis de endividamento, rentabilidade e liquidez da sua empresa. Nos tópicos seguintes, mostramos como você pode fazer isso.

Margem de lucratividade

O lucro é um dos principais objetivos de todo empresário. Se uma empresa gera lucro, significa que ela está conseguindo pagar todas as suas contas e ainda tem um excedente financeiro. Em outros termos, significa que a empresa é financeiramente sustentável.

No entanto, tão importante quanto o lucro é a margem de lucro (ML). É um indicador financeiro que explica o percentual de receita líquida (total de dinheiro recebido) que está se transformando em lucro líquido. Quanto maior a margem, melhor. Veja o cálculo:

  • ML (em %) = lucro líquido do período x 100 / total de receitas do mesmo período

Imagine, por exemplo, que uma loja de calçados teve uma receita de R$ 400 mil no seu último ano. Desse total, apenas R$ 68 mil foi convertido em lucro líquido. Ao usar a fórmula (68.000 x 100 / 400.000), notará uma margem de lucro de 17% (que parece muito boa).

Com esse KPI em mãos, é hora de tomar suas decisões financeiras e estabelecer algumas metas. A atual margem está satisfatória? É preciso melhorá-la? O lucro pode ser convertido em mais investimentos? Não existe uma resposta padrão. É preciso analisar o seu caso.

Rentabilidade sobre patrimônio líquido

Outro indicador financeiro indispensável é a rentabilidade sobre patrimônio líquido (RPL). Com esse indicador, é possível saber o percentual de retorno que você obtém para cada real que coloca na empresa. Assim, saberá se seu investimento está valendo a pena.

Imagine, por exemplo, que sua empresa conta com uma rentabilidade de 9% a.a. Logo, se você investe R$ 1,00 na empresa, terá uma valorização média de 9% após um ano. Esse valor está dentro do que deseja? Ai é uma questão pessoal. Veja como calcular a rentabilidade:

  • RPL (em %) = lucro líquido do período x 100 / patrimônio líquido

O patrimônio líquido representa o valor que os sócios ou acionistas têm na empresa. Ele pode ser observado no Balanço Patrimonial, um relatório contábil obrigatório. Se você não sabe como identificá-lo, o melhor é contar com a ajuda do seu contador.

Quanto maior a rentabilidade, melhor. Se a RPL é baixa, significa que a empresa não é rentável e que seu dinheiro poderia ser mais bem aproveitado em outros investimentos. Isso pode inibir a aproximação de novos investidores, como sócios ou credores.

Giro do ativo

Imagine um posto de combustível. Sua margem de lucro por litro de gasolina vendida é realmente baixa, em torno de 1%. No entanto, o posto vende tantos litros de gasolina por dia (ou seja, tem um alto giro por ativo) que se torna rentável.

Nesse caso, o volume de vendas — e não a margem de lucro por venda — torna o negócio financeiramente atraente. Para ficar claro, pense no giro por ativo (GA) como o quanto a empresa vende (em R$) em relação ao total de ativos que ela possui. A fórmula é simples:

  • GA (em R$) = receita líquida / ativo total

Imagine, por exemplo, uma loja de roupas que tem ativos (bens e direitos que formam o seu patrimônio) na ordem de R$ 3 milhões. No último ano, essa loja teve uma receita líquida de R$ 400 mil. Logo, tem-se 400.000 / 3.000.000= 0,13. Ou seja, um giro de ativo de 0,13.

Nesse caso, é possível afirmar que para cada R$ 1,00 de ativo, a empresa conseguiu gerar R$ 0,13 de vendas. Quanto maior o giro por ativo, mais rentável. Nesse caso, com seu KPI em mãos, é preciso analisar se ele é satisfatório e traçar estratégias para potencializar suas vendas.

Índice de liquidez da empresa

O índice de liquidez é outro KPI essencial. Com ele, é possível mensurar a capacidade da empresa de pagar os seus fornecedores. Caso o índice de liquidez seja baixo, significa que a empresa não conta com recursos para liquidar suas dívidas.

Assim como os outros indicadores, é relativamente fácil calcular a liquidez, mas você precisa contar com os dados certos. O índice de liquidez corrente (LC) tem foco no potencial de pagamento de contas de curto prazo. Para identificá-lo, use a seguinte fórmula:

  • LC (em R$) = ativo circulante / passivo circulante

Imagine, por exemplo, que uma empresa conta com um ativo circulante de R$ 310 mil, enquanto seu passivo circulante é de R$ 352 mil. Ao usar a fórmula descrita (isto é: 310.000 / 352.000) notará que a liquidez corrente é de R$ 0,88. Isso quer dizer que, para cada R$ 1,00 de dívida, a empresa é capaz de pagar R$ 0,88. Quanto maior a liquidez, melhor.

É muito comum que fornecedores avaliem a liquidez da sua empresa antes de conceder crédito. Os bancos, por exemplo, fazem isso com frequência quanto obtêm acesso ao seu balanço patrimonial. Portanto, é importante que você também conheça sua liquidez.

Nível de endividamento da empresa

Toda empresa precisa de recursos financeiros para viabilizar suas operações diárias. Esses recursos podem vir de dois lugares:

1. capital próprio;

2. capital de terceiros.

Quanto maior o volume de capital de terceiros na estrutura de capital da empresa, mais endividada ela é.

Para ficar claro, pense no capital de terceiros como empréstimos, financiamentos, crédito comercial e assim por diante. É o dinheiro que não é seu e, portanto, deve ser devolvido para seu respectivo credor (com juros). Para calcular seu endividamento, use a seguinte fórmula:

  • Endividamento (em %) = passivo circulante + passivo não circulante x 100 / passivo total

Veja uma empresa que conta com R$ 534.000 em passivos (circulantes e não circulantes) e passivo total de R$ 1.355.000,00. Seu cálculo será o seguinte: 534.000 x 100 / 1.355.000,00. Logo, o endividamento é de 39%. Isso significa que, para cada R$ 1,00 investido na empresa, aproximadamente 39% é capital de terceiros e o restante é da empresa, capital próprio.

O ideal é que o nível de capital de terceiros nunca ultrapasse 60% ou 65% da estrutura de capital da empresa. Se o resultado for superior, significa que a empresa está endividada. Há muitas implicações negativas, como a dificuldade de obter crédito bancário ou comercial.

Quais os benefícios de conhecer os indicadores financeiros?

Como pode observar, existem vários indicadores de desempenho financeiro que são úteis à firma. Eles são relativamente fáceis de calcular, seus dados estão disponíveis nos relatórios contábeis e podem ser avaliados com periodicidade. Veja, abaixo, as principais vantagens:

  1. é possível avaliar a saúde financeira da empresa;
  2. o gestor pode identificar “gargalos” antes que ganhem volume;
  3. fica mais fácil analisar as causas dos problemas;
  4. a empresa se torna mais atraente a credores e investidores;
  5. o risco de insolvência ou falência é significativamente reduzido;
  6. torna-se mais fácil criar uma empresa competitiva.

Agora é com você! Aproveite para analisar seu relatório de balanço patrimonial (BP) e demonstrativo de resultados do exercício (DRE) e extrair os dados necessários para compor os cálculos apresentados. Se tiver dificuldades, chame seu contator. O mais importante é conhecer seus indicadores de desempenho financeiro e usá-los em benefício da empresa.

Gostou do nosso artigo?

CURTA, COMENTE E COMPARTILHA!


Aproveite para assinar nosso newsletter e receber nossas novidades sobre gestão, finanças e liderança diretamente em seu e-mail. Além disso siga nas redes sociais colocamos muito conteúdos para você.

Vamos lá!

Compartilhe nas redes sociais
Compartilhe

Quer receber as nossas novidades por e-mail gratuitamente?

Cadastre-se e receba as nossas novidades por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial
error

Gostou do Blog? Compartilhe!